Governo do Estado vai ampliar pista do Aeroporto de Ribeirão Preto

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e a prefeita Dárcy Vera (PSD) anunciaram nesta quarta (28) acordo para viabilizar o aumento de 500 metros da pista do aeroporto Leite Lopes. O Estado vai bancar R$ 5 milhões para comprar áreas que serão desapropriadas, viabilizando a operação de um terminal internacional de cargas.

A prefeitura vai fazer todos os serviços viários da região do entorno ao aeroporto, que devem custar mais R$ 1 milhão.

Ainda não existe, porém, previsão de quando as mudanças no aeroporto começarão a ser feitas.

Alckmin esteve ontem em Ribeirão para entregar 232 casas populares para famílias da antiga Favela da Mata. “O governo do Estado vai, sim, pagar pela desapropriação. Já estamos ganhando tempo com a CDHU para verificar problemas de levantamento planialtimétrico e projetos”, disse Alckmin.

Para oferecer condição da operação de aviões de cargas no Leite Lopes, a pista será ampliada em 500 metros. Ela passará a ter 2,1 mil metros quadrados operacionais, ante os 1,8 mil metros quadrados atuais, extensão inviável para Boeing 767-300 cargueiro.

O estudo feito mostra que será necessário desapropriar a área de 343 mil metros quadrados do Jockey Clube. O segundo maior terreno é da Fundação Educandário, com 9 mil metros quadrados.
Na contrapartida, a administração municipal cederá ao governo do Estado um imóvel de 17 mil metros quadrados.

Como parte da avenida Thomaz Alberto Whately dará espaço à pista, várias modificações serão feitas.

Pelo projeto previsto, será criada uma via interligada a avenida Orestes Lopes de Camargo, que é paralela. Assim, os motoristas vão passar aos fundos da área do atual Jockey Club antes de retornar a Whately.

Investimentos devem superar R$ 30 milhões
Transformar o Leite Lopes em um aeroporto internacional ainda demanda investimentos que superam a casa dos R$ 30 milhões, sendo que a maior parte ficará a cargo da iniciativa privada.

A Tead Brasil, empresa que venceu em 2003 a licitação para a instalação do Terminal Alfandegário de Cargas, prevê investir R$ 25 milhões para erguer a estrutura.

Além do custo para desapropriar as áreas, o governo investe em outras melhorias, como sinalização e iluminação, adequação do sistema de acesso aos pátios, adaptação do terminal de passageiros para implantação de raio-X.

“Já estamos investindo R$ 8 milhões no aeroporto e outro grande investimento será nas desapropriações, que vai deixar o aeroporto preparado para aeronaves maiores”, afirmou Alckmin.

Fonte: Jornal A CIDADE.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 303 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: