OS JOVENS E A POLÍTICA

A cada eleição, a cada escândalo e decepção aumenta o distanciamento dos jovens em relação à política essa constatação é muito triste não só para a próxima eleição como para o futuro de nosso país, pois é em sua juventude que uma nação deposita suas maiores esperanças de transformações futuras, afinal, são os jovens que serão os futuros professores, médicos, advogados e políticos.

Política x Politicagem

Podemos constatar, entretanto, que muitos jovens dizem não gostar de política sem nem mesmo saber o que a política significa. A corrupção, compra de votos, discursos vazios são politicagem, ou seja, são formas de enganar as pessoas – é o poder pelo poder, busca de dinheiro e status. A politicagem é o contrário da política.

O que é política?

Política é o instrumento pelo qual as pessoas administram, definem prioridade e traçam planejamentos para a gestão de uma comunidade. Sendo assim, se o objetivo das pessoas, por meio da política, for a busca do bem comum, a política se torna altamente positiva e uma poderosa forma de transformar a sociedade.

Devemos levar em conta que, para bem ou para mal, a política manda na nossa vida, são os políticos os principais responsáveis pela nossa saúde, educação, moradia, etc.

Mas como mudar?

Se estamos descontentes com os rumos da política em nosso país devemos assumir um postura diferente, acompanhando mais de perto as notícias, procurando ter uma visão crítica e discutindo com nossos amigos, colegas e familiares questões de interesse público. Existem muitas formas de participação como ONGs e partidos políticos.

Com essas ações saímos da omissão e passamos a encarar de frente a responsabilidade de mudar o Brasil, contudo é nas eleições a grande oportunidade de fazer a diferença: votando com consciência!

Como votar?

Votar é um processo onde parte importante é ir às urnas, mas não apenas isso. Para votar bem devemos acompanhar a trajetória dos candidatos antes das eleições, analisar friamente suas propostas e projetos, e o principal, acompanhar os eleitos após as eleições, fiscalizando e cobrando suas promessas.

É dever e direito dos cidadãos votar e participar, e os jovens além disso tem também a missão de se preparar para comandar o Brasil no futuro, fazendo dele um país melhor, mais justo, solidário e verdadeiramente democrático.

Jorge Daher

OPOSIÇÃO, CONSCIÊNCIA E AÇÃO

“Quem se vende, sempre recebe mais do que vale”.

Com a derrota do meu partido nas eleições municipais de 2008, tive o dever-direito de aprender a fazer oposição e aprendi.

Hoje fiscalizo, cobro e crítico – do jeito que oposição tem que fazer. Porém não o faço sistematicamente, pois não torço contra minha cidade. O que é bom para Ribeirão eu apoio, elogio e enalteço. Nada de mais, é nossa obrigação dessa forma. 

Quando, no entanto, vejo coisas que vão contra meus valores morais, éticos ou minha visão política aponto, com a humildade e cidadania, os erros e acertos e exijo uma solução.

Espero assim, estar cumprindo a minha missão de “animal político” que quer o melhor para sua terra.

Mas de toda os desafios de oposicionistas que enfrento, bem a moda quixotesca, dois orgulhos me sobram e me alimentam:

-Jamais ter desrespeitado nenhuma pessoa ou instituição; e

-Não ter me vendido em troca de um cargo-esmola, o qual pagaria com a minha dignidade.

Prefiro ser perseguido, excluído, incompreendido a ter na minha biografia, o histórico de ter negociado cargos e vantagens.

Tais ações, abomináveis e, infelizmente, tão marcantes na política nacional, fatidicamente, são causadoras de corrupção, negociatas escusas e os mensalões de toda ordem.

Mas quando me perguntam se continuarei na política partidária, respondo que sim, com uma condição: permanecer do lado do bem.

Jorge Daher

O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO? TIRE O TÍTULO

O que você está esperando para começar a mudar o Brasil? Isso mesmo, o voto é um dos nossos maiores meios de participar da cidadania, de fazer nossa parte.. colocar o nosso tijolonho na  construção do país que queremos.

Na hora do voto todo mundo é igual, do presidente a um jovem de 16 anos que vota pela primeira vez, pobre ou rico, não importa, o voto é o mesmo. E você vai perder esta oportunidade?

Aprender a votar bem, votar com consciência… essa lição pode mudar nosso país!

Até sexta o título pode ser pedido pela internet no site: http://www.tse.gov.br/internet/servicos_eleitor/titulo_net.htm

E até o dia 5 de maio no cartório eleitoral, aqui em Ribeirão fica na Cerqueira Cesar, 333.

Tire seu título não fique fora dessa… Democracia é feita com participação!

Artigos relacionados:

https://jorgedaher.wordpress.com/2009/02/16/os-jovens-e-a-politica/

PSDB DÁ EXEMPLO

Segue nota públicada hoje no Jornal GAZETA DE RIBEIRÃO:

FRASE

“A falta da lei não deve isentar os partidos de dar legenda a quem não presta”

Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), pré-candidato a senador.

Traduzindo: O ex-secretário da Casa Civil do governo paulista se referiu à lei da “Ficha Limpa”, em tramitação no Congresso Nacional, e deu um puxão de orelhas nos partidos.