11 mil vagas de estágio durante o carnaval

Com oportunidades em todas as áreas de atuação, os programas de estágio administrados pelo CIEE em empresas registra índice de efetivação acima de 60%.

Durante o Carnaval, sem precisar deixar a folia de lado, com apenas alguns cliques e sem gastar nada, estudantes de todo o País podem se candidatar gratuitamente a 11 mil vagas de estágio em oferta pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

Rigorosamente dentro das normas legais quanto aos direitos dos estagiários, as oportunidades em aberto abrangem praticamente todas as áreas de formação dos ensinos superior, técnico e médio, com destaque em número de vagas para administração de empresas, direito, pedagogia, publicidade e engenharias, além do ensino médio. Com valor médio nacional em torno de R$ 600, a bolsa-auxílio dos programas de estágio administrados pelo CIEE chegam a atingir a casa dos R$ 2.500, principalmente quando envolvem instituições financeiras, de consultoria e outras de segmentos mais sofisticados. Isso sem considerar os benefícios adicionais, além dos obrigatórios auxílio-transporte, seguro e férias remuneradas, que em certos casos englobam assistências médica e odontológica, vale-alimentação, treinamentos e bolsa de estudos.

Para facilitar a inserção do estudante no concorrido mercado de trabalho, o CIEE disponibiliza em sua página na internet uma série de serviços gratuitos. Ao se cadastrar no site, além de concorrer a vagas de estágio e aprendizagem, os estudantes ganham o direito de participar de uma série de atividades e programas oferecidos gratuitamente pelo CIEE, como cursos presenciais e à distância, concursos de incentivo à leitura, palestras, seminários e feiras, bem como ler as publicações.

“O cadastramento completo e a permanente atualização dos dados são fundamentais para a conquista de uma boa oportunidade de estágio”, explica Eduardo Sakemi, superintendente de Tecnologia da Informação e da Educação do CIEE. “Somente contando com informações detalhadas, o CIEE tem condições de encaminhar o candidato às vagas de estágio adequadas a seu perfil.” E não é só: “O acesso ao Portal do CIEE pode ser feito de computadores pessoais, das faculdades, de lan houses, da casa de amigos, dos postos de atendimento do CIEE; enfim, de onde o jovem puder utilizar um terminal”, finaliza Sakemi.

NOVA FORMA DE FAZER POLÍTICA (POR JORGE DAHER)

Penso que a Política é o conjunto de ações dos cidadãos e dos governos que visam administrar as questões coletivas, como saúde, educação, meio ambiente, segurança por exemplo, e deve ser orientada pela busca constante do bem comum e do desenvolvimento.

Infelizmente sabemos que a maioria dos políticos tem usado seus cargos para obtenção de benefícios e facilidades pessoais, motivados somente por interesses financeiros.

COMEÇO DA MUDANÇA

É extremamente necessário que, para garantir um futuro melhor para nosso país, participemos do processo político fazendo nossa parte para substituirmos os maus políticos pelos políticos honestos e competentes – os verdadeiros políticos.

Nossa participação pode ser exercida de duas maneiras, uma delas é sendo candidato e defender valores e propostas importantes e necessárias, depois de eleito continuar defendendo as idéias de campanha e representando os cidadãos que nos elegeram.

A outra forma de fazer a diferença é participando ativamente no apoio daqueles candidatos que nos sentimos mais identificados e confiamos. Esta forma é tão importante quanto à primeira.

NOVA FORMA DE SE FAZER POLÍTICA

Contudo isto ainda não basta, tamanha é a falta de confiança que as pessoas tem nos agentes políticos, e assim precisamos buscar também a nova forma de fazer política.

Esta deve ser formada de atitudes e práticas efetivas que realmente derrubem os velhos paradigmas que tanto afastam a população daquilo que envolve a política e a administração pública.

TRANSPARÊNCIA REAL

A nova política deve ser transparente, ou seja acessivel a todas as pessoas. Desde o processo de elaboração das leis até os gastos para a aplicação das políticas públicas devem estar disponível a todos.

Investimentos, custos, salários, compras e licitações devem estar ao alcance de qualquer computador pele internet.

Mas a transparência que devemos criar não deve ser apenas das publicidade as coisas públicas mas do que isso, devemos proporcionar que todo e qualquer cidadão comum tenha condições de compreender e vivenciar tais informações.

PARTICIPAÇÃO POPULAR DE VERDADE

A partir da informação e da conscientização frutos da “transparência real” devemos proporcionar que as pessoas tenham condições de efetivamente participar das decisões políticas, as quais que diretamente geram conseqüências na vida cotidiana de todos.

Precisamos de vereadores que antes de votarem leis importantes no plenário da câmara abram espaço para ouvir e discutir com seus eleitores, atraves de audiências publicas, foruns e pela internet, antes de decidir seu voto, por exemplo.

Este é um caminho para democracia ganhar força e toda a população realmente fazer parte do processo político.

A TRANSFORMAÇÃO

Devemos buscar a nova forma de fazer política pois somos realmente diferentes dos maus políticos. Mas precisamos provar isto em nossas ações. Só assim poderemos conquistar a confiança e apoio das pessoas do bem para nossos projetos e causas.

O caminho é estarmos sempre abertos a conversar francamente com todas as pessoas e ouvir novas idéias, críticas e sugestões.

A mudança do Brasil começa com a mudança de cada um de nós, de cada brasileiro. Mudando a forma de se fazer política podemos mudar as coisas erradas que assolam a realidade política atualmente e começar a construir o país que queremos. 

J o r g e D a h e r

80 anos de OAB: a defesa do Brasil e da advocacia

A Ordem dos Advogados do Brasil, ao longo de seus oitenta anos, construiu um sólido e indissociável conceito de altivez e independência, cumprindo as duas missões de defesa do estado de direito e de salvaguarda das prerrogativas profissionais.

Opondo-se ao Estado Novo e ao regime militar de exceção, a entidade protagonizou a libertária luta pelo restabelecimento do regime democrático. No atual momento de regular funcionamento institucional do país, a entidade pauta sua atuação postulando os cumprimentos dos ditames constitucionais, protegendo os predicamentos da cidadania e o patrimônio público.

A única ideologia da OAB é a Constituição da República, com os seus fraternos valores igualdade, liberdade e moralidade. A Ordem atua como parte social autônoma, buscando representar a sociedade na aspiração por uma sociedade justa e solidária.

Para desempenhar com independência sua função fiscalizadora do poder público, a Ordem possui natureza jurídica atípica, podendo ser definida como Organização Constitucional Democrática, não sendo ente do poder público nem empresa privada, não se submetendo ao controle do poder público.

Não é demasiado afirmar que o presidente da Ordem desempenha o papel de líder da sociedade civil, outorgado à entidade pela história e pelas normas constitucionais e legais. É o dirigente da entidade da advocacia e da liberdade.

A tarefa de defender as prerrogativas dos advogados não é oposta, antes complementa e integra, a atuação institucional da Ordem. A proteção do profissional da liberdade é indispensável e essencial à garantia do Estado de Direito. Trata-se de dar concretude ao jargão que anuncia que não há justiça sem advogado. Na realidade, não há democracia e cidadania respeitada sem a proteção do advogado.

Além de revolucionar o país e a sociedade, a OAB transforma o interior de quem dela participa de forma ativa. A Ordem transforma a todos em pessoas menos individualistas, mais preocupadas com o destino coletivo, pensando além do umbigo. Ninguém passa pela entidade e permanece sendo o mesmo.

O companheirismo que nutre a relação dos que constroem a Ordem, equipara a todos os seus componentes como iguais. Não há nenhum monopolizador da verdade ou do comportamento retilíneo. Há uma contribuição relevante na participação de cada advogado. São 640 mil Cíceros Romanos, os tribunos do nosso quotidiano. A relação fraterna interna é uma das balizas de sustentáculo da entidade.

Lutando pela normalidade democrática e pelo respeito aos valores constitucionais, bem assim protegendo o exercício da profissão, a Ordem se consolida como a entidade que pertence, por igual, ao Brasil e aos advogados, executando com destemor as suas missões.

Fonte: www.conjur.com.br

FICHA LIMPA É APROVADO NA CÂMARA: DEPOIS DE TANTAS DECEPÇÕES FOI A VEZ DO POVO COMEMORAR

O “FICHA LIMPA” projeto de lei de iniciativa popular que tem como objetivo impedir que políticos condenados na justiça sejam candidatos a cargo eletivo foi aprovado por unanimidade, ontem por volta da meia noite, na Câmara dos Deputados.

Lendo assim parece que foi fácil não é? Mas, na realidade, foi uma luta popular que há muito não se via em nosso país!

De um lado estava o povo brasileiro, que com o apoio de ONGs, da OAB, da CNBB e outros grupos organizados reuniu quase 4 MILHÕES de assinaturas, via internet e via papel.

Já do outro lado havia alguns políticos – não todos, é claro – que não queriam de jeito nenhum que  a lei vingasse, pois perderiam o próprio direito de concorrer nas eleições.

Ai eu pergunto: você já viu algum político votar contra si próprio ou para perder uma regalia? Raro né?

Pois é, parecia impossível, mas a pressão popular foi tão grande que eles tiveram que ceder!

E qual a lição podemos tirar disso tudo?

Vemos que ainda vale a pena acreditar na democracia! Que vale a pena lutar, gente!

E sabe aquela velha postura de reclamar e falar mal? então, ela já era!!

Porque hoje nós podemos e devemos fazer mais do que isso!

Ora, imagine só se cada pessoa (das 4 milhões) tivesse pensando: “a não virar nada, nem vou assinar”.. Bem, hoje não estaríamos comemorando a aprovação dessa lei que , se Deus quiser, vai moralizar um pouco mais a política!

E também não adianta mais falar que não gosta de política e tal, porque quem assinou, torceu, pediu e comemorou fez sabe o que? POLÍTICA, e política da melhor categoria.. Política do BEM!

@jorgedaher

EDUCAÇÃO X ASSISTENCIALISMO

Educar é o Melhor Programa Social11142gif

Não podemos negar que num país com uma grande população pobre como Brasil é necessário a utilização de medidas assistências imediatistas, como bolsas de auxílio financeiro a famílias em riscos e cestas básicas para alimentar aqueles que passam fome. Contudo estas ações devem constituir medidas emergênciais e não práticas permanentes.

Ações assistencialistas geralmente geram dependência e comodismo nos beneficiados, além de serem utilizadas por políticos como meio de sua própria manutenção e permanência no poder. As medidas assistencialistas devem prever contrapartidas, como comprovação da freqüência escolar e capacitação profissional, de modo a possibilitar que os beneficiados deixem de depender de tais medidas.

Todavia a forma efetiva e duradoura de combate às desigualdades sociais e a miséria é a geração de empregos. Infelizmente existem muitos governantes que priorizam medidas como doação de cestas básicas, e outros projetos de cunho assistencialista que, a longo prazo, em nada combatem o problema, e ao invés disso acabam agravando, acomodam e viciam as pessoas. O emprego é o melhor programa social que existe, porém novas vagas no mercado de trabalho apenas são geradas com crescimento da economia.

O desemprego é a conseqüência de vários problemas sociais, que tem como origem, principalmente, a falta de crescimento econômico e a falta de mão de obra preparada. Causada pela deficiência das escolas, das faculdades e dos cursos técnicos. Pois, só terão chances de empregos aqueles mais qualificados, sendo que, esta qualificação só se dá com ensino de qualidade e moderno. Educação que prepare para os desafios da vida e para a carreira profissional.

Na sociedade em que vivemos o sistema educacional adquiri um papel social fundamental. As famílias fragmentadas ou sem tempo, com pais e mães trabalhando quase em tempo integral fora de casa, não possui mais condições para formar os cidadãos, moralmente e civicamente, e assim passa a ser também das escolas este papel importantíssimo de formação da personalidade e da cidadania.

A desigualdade social é um grande problema do Brasil, e este é maior o desafio de nossa geração, criar uma sociedade mais igualitária. E isso apenas será possível a partir da criação de empregos. Só o emprego tira uma pessoa da miséria, só o emprego leva uma pessoa à oportunidade e a prosperidade. O trabalho é o único meio justo de ascensão social.

A forma mais fácil de ser construir uma boa carreira é através de uma boa capacitação, e quem capacita é a escola. Se quisermos construir um país de oportunidades devemos investir na educação. E a partir de uma educação de qualidade, geradora de oportunidades, chegaremos à verdadeira justiça social.

Infelizmente há muito tempo à questão da educação vem sendo negligenciada no Brasil, adiam-se reformas e assim parou-se no tempo, necessitamos de uma reestruturação do sistema. A educação – e a formação do povo – que deveria ser à base dos programas de governo dos candidatos, na prática, mal é lembrada. O que devemos ter em mente é que a transformação do Brasil passa, inevitavelmente, pela transformação da educação brasileira. E assim se faz necessário um projeto nacional que seja moderno e eficiente, que valorize o ser humano e forme profissionais competentes e cidadãos responsáveis.

O ANO QUE LULA SAIRÁ DE FÉRIAS

Segue abaixo um pequeno comentário de um cidadão brasileiro – eu . Lembro que o exercício do direito constitucional à liberdade de expressão é uma conquistas inquestionável, enquanto o debate político, amplo e irrestrito, é o cerne da dialética democrática, portanto, sinta-se a vontade para comentar também, inclusive, sobre este que vos escreve.

Como pessoa interessada nos rumos que nosso país tomará, aguardei com muito entusiasmo a chegada deste ano de 2010. Espero que o Brasil consiga sair do domínio petista que tanto mal tem feito, principalmente, com essa cultura assistencialista que levou as últimas conseqüências por meio de um governo clientelista e populista.

No nosso país parece que o Governo Federal é um mal necessário, que, portanto, deixando de errar já acerta. Daí apontarem como grande mérito do Governo Lula não ter empreendido mudanças na economia.

Apesar de realmente ter sido, talvez, a melhor “atitude” que o governo tomou, manter os parâmetros econômicos do governo FHC durante tanto tempo não foi tão bom. As mudanças globais exigiam alterações que uma administração covarde não fez. O caso da taxa de juros é exemplo sintomático disso.

Os grandes erros estão no que o governo deixou de fazer:

1. deixou de fazer a reforma política

2. deixou de fazer a reforma tributária

3. deixou de fazer diversas reformas que o país tanto precisou nos últimos oito anos, e eles tiveram maioria no Congresso para fazer e não fizeram.

Outro trauma que o governo Lula causou ao país foi escancarar uma corrupção generalizada que envergonhou nosso país para o mundo.

Lula cometeu o pecado de ter desperdiçando a oportunidade de mudar, definitivamente, o país, ele teve poder e apoio pra isso.

O presidente preferiu se juntar a seu partido-quadrilha para criar centenas de milhares de cargos para petistas e aliados, preferiu criar uma grande máquina para manter-se no poder e um esquema legalizado de compra de votos chamado bolsa-família. 

Jorge Daher

20 ANOS SEM MURO

 
Construção do muro de Berlin
Construção do muro.

Exatamente há 20 anos caiu o muro de Berlim, ele dividia o mundo ao meio, e sua queda representou a divisão da história.

Durante os 28 anos que cumpriu seu papel ninguém acreditava que ele poderia cair, afinal no concreto do muro havia muita ideologia e seu engenheiro era uma das duas potência que comandavam o mundo.

A surpresa com a queda do muro foi maior do que a de sua construção, na madruga de 1961. Já havia um muro na cabeça das pessoas, e ele ainda persiste, na mente de alguns, mesmo passados 20 anos após o desabamento do muro físico.

Não é à toa, a cicatriz deixada pelo muro ainda não foi superada, ainda existem duas Alemanhas: a dos “sabe tudo” e a dos “chorões”, eles tentam se perdoar, mas os 28 anos por trás do muro deixaram seqüelas.

A abertura da cortina de ferro revelou uma verdade, doutrinas à parte, todos sempre seremos tijolos.

Thefalloftheberlinwall1989
20 anos e 1 dia atrás (um dia antes da queda).

O Sucesso é ser feliz (Por Roberto Shinyashiki)

1. Seja ético. A vitória que vale a pena é a que aumenta sua dignidade e reafirma valores profundos. Pisar nos outros para subir desperta o desejo de vingança.

2. Estude sempre e muito. A glória pertence aquele que tem um trabalho especial para oferecer.

3. Acredite sempre no amor. Não fomos feitos para a solidão. Se você está sofrendo por amor, ou está com a pessoa errada ou amando de uma forma ruim para você. Caso tenha se separado, curta a dor, mas se abra para outro amor.

4. Seja grato a quem participa das suas conquistas. O verdadeiro campeão sabe que as vitórias são alimentadas pelo trabalho em equipe. Agradecer e a melhor maneira de deixar todos motivados.

5. Eleve suas expectativas. Pessoas com sonhos grandes obtem energia para crescer. Os perdedores dizem: “Isso não é para nós”. Os vencedores pensam em como realizar seu objetivo.

6. Curta muito a sua companhia. Casamento dá certo para quem não é dependente. Aprenda a viver feliz mesmo sem uma pessoa ao lado. Se não tiver com quem ir ao cinema, vá com a pessoa mais fascinante: você!

7. Tenhas metas claras. A história da humanidade é cheia de vidas desperdiçadas. Amores que não geram relações enriquecedoras, talentos que não levam a carreiras de sucesso. Ter objetivos evita o desperdicio de tempo, energia e dinheiro.

8. Cuide bem do seu corpo. Alimentação, sono e exercicios sao fundamentais para uma vida saudável. Seu corpo é seu templo. Gostar da gente deixa as portas abertas para que os outros gostem de você também.

9. Declare o seu amor. Cada vez mais as pessoas devem exercer seu direito de buscar o que querem (sobretudo no amor), mas atencao: elegância e bom senso são fundamentais.

10. Amplie os relacionamentos profissionais. Os amigos são a melhor referência em crises e a melhor fonte de oportunidades na expansão. Ter bons contatos é essencial em momentos decisivos.

11. Seja simples. Retire de sua vida tudo o que lhe da trabalho e preocupação desnecessários. Crie espaço para desfrutar mais a viagem da vida.

12. Mulher, nao imite o modelo masculino. Os homens fizeram sucesso a custa da solidão e da restrição aos sentimentos. O preço tem sido alto: infartos e suicidios. Sem duvidas, temos mais a aprender com as mulheres do que vocês conosco. Preserve a sensibilidade feminina – e mais natural e lucrativa.

13. Tenha um orientador. Viver e decidir na neblina sabendo que o resultado só será conhecido quando pouco restar a fazer. Procure alguem de confiança, de preferência mais experiente e bem sucedido, para lhe orientar nas indecisões.

14. Jogue fora o vicio da preocupação. Viver tenso e estressado está virando moda. Parece que ser competente e estar de bem com a vida sao coisas incompativeis. Bobagem! Defina suas metas, conquiste-as e deixe a neura para quem gosta dela!

15. O amor é um jogo cooperativo. Se vocês estão juntos, é para jogar no mesmo time. Ficar mostrando dificuldades do outro ou lembrando suas fraquezas para os amigos não tem graça.

16. Tenha amigos vencedores. Campeões falam com campeões. Perdedores só tocam na tecla perdedores.

Aproxime-se de pessoas com alegria de viver e afaste-se de gente baixo-astral.

17. Diga adeus a quem não merece. Alimentar relacionamentos que só trazem sofrimento e masoquismo, atrapalha sua vida. Se você tiver um conjuge que não esteja usando, empreste, venda, alugue, doe e deixe espaço livre para um novo amor.

18. Resolva. A pessoa do proximo milenio vai limpar de sua vida as situacões e os problemas desnecessarios. Saiba tomar decisões, mesmo as antipáticas. Você otimizara seu tempo e seu trabalho. A vida fluirá muito melhor.

19. Aceite o ritmo do amor. Assim como ninguem vai empolgadissimo todos os dias para o trabalho, ninguém está sempre no auge da paixão. Cobrar de si e do outro viver nas nuvens é o comeco de muita frustração.

20. Celebre as vitórias. Compartilhe o sucesso, mesmo pequenas conquistas, com pessoas queridas. Grite, chore, encha-se de energia para os desafios seguintes.

21. Perdoe. Se voce quer continuar com uma pessoa, enterre o passado para viver feliz. Todo mundo erra, a gente também.

22. Arrisque! O amor não é para covardes. Quem fica a noite em casa sozinho só terá de decidir que pizza pedir. é o único risco que corre será o de engordar.

23. Tenha uma vida espiritual. Conversar com Deus é o máximo, especialmente para agradecer. Ore antes de dormir. Faz bem ao sono e a alma. Oração, meditação são forças de inspiração