Diário da Campanha: 6º Dia – Manter a Esperança

Caminhando no calçadão conheci Bruna, vendedora ambulante de sorvetes, ela me relatou uma situação muito triste e extremamente comum: a decepção total com os políticos – relatou-me que pretendia nem votar nessa eleição. O pior de tudo é que Bruna, no passado, tinha muita esperança e vontade de participar, tanto que não via a hora de completar 16 anos para tirar o título de eleitor, entretanto após votar teve tantas frustrações que, hoje, não podia nem ouvir falar de política. A gota d’agua para ela ocorreu a alguns meses quando teve que andar kilômetros com o filho no colo buscando atendimento médico, sem dinheiro para o ônibus e sem conseguir ser atendida ela procurou a Câmara Municipal onde não foi nem recebida pelo vereador que ela havia votado e confiado tanto, a porta na cara foi a única resposta que ela teve.

Infelizmente, por diversas razões, cada vez mais pessoas simplesmente passam a ignorar o processo político. Entretanto, por mais que esta reação seja justificada pelas ações de alguns maus políticos, não podemos perder jamais a esperança de que seja possível construir um futuro melhor através do processo democrático. A política comanda tudo, não dá para simplemente esquecê-la, pelo contrário, o que devemos fazer é conhecer bem os candidatos, votar com muita consciência e, depois da eleição, acompanhar e cobrar do eleito aquilo que esperamos dele.